Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

História

Em 2000, a Neoenergia venceu o leilão de privatização da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), assumindo o compromisso de construir uma usina termoelétrica no estado. Para iniciar a construção do empreendimento, foi criada naquele ano a empresa Termopernambuco (Termope).
 
As obras da futura Usina Termoelétrica (UTE) Termopernambuco começaram em 2001, como parte do Programa Prioritário de Termeletricidade do Governo Federal. Foram investidos cerca de US$ 400 milhões, sendo 30% de capital próprio e 70% de capital de terceiros.
 
A usina entrou em operação comercial em 15 de maio de 2004, quando passou a vigorar o contrato de fornecimento de gás com a Copergás e a Petrobras. O compromisso prevê a entrega do volume de 2,15 milhões m³ por dia, pelo prazo de 20 anos.
 
O terreno ocupado pela Termope possibilita a duplicação da usina, que pode chegar à potência de 1.064 MW.